quarta-feira, 30 de abril de 2014


Os Rios e As Suas Pedrinhas

Nas margens dos rios, pisava nas pedrinhas.
Lembranças, fragmentos da infância.
As pontiagudas cortavam-me os pés.
Sem cautela, não mantinha a distância.
Hoje, ainda posso usufruir pés no chão,
fazendo andanças nessas belezas naturais.
Porém, pensando no futuro já presente,
corta-me o coração.

Denise Moraes

Um comentário:

  1. Bom dia, Denise! Adorei, está lindo e relaxante! Boa leitura e visual maravilhoso. Parabéns! Bjs!

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Pesquisar no Portal